segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Mas tu queres ficar...

Ninguém mais vai fingir, ninguém mais vai querer fugir para esse Outono. Só vejo folhas que caem, o rodopiar das cores que embatem no passeio, enquanto esses pedaços de sonho são esmagados, pisados pelo passar de estranhos, destruídos para nunca mais voltarem...Pensas que saíste, mas continuas aí, deitado na estrada fria que se atravessa à minha frente, à espera que te levem...Não te vou levantar, não vou sequer gritar, porque já não sei de nós para te poder reencontrar...Morreste enquanto me deixaste cair, folha seca que se partiu nas tuas mãos.

16 comentários:

Paula disse...

agora resta renascer rumo a um novo dia!

Phoenix disse...

exacto, renascer das cinzas tal como a phoenix, e partir rumo a uma nova primavera..falta é saber quando virá e nao me deixar perder mais do que por alguns momentos..=)**

O Árabe disse...

Triste, sim... mas que encerra a capacidade de recomeçar. Sempre. :) Boa semana!

Brisa disse...

Que belo elo de palavras que se misturam na dor..
Partiu-se,mas outra folha irá nascer
Bj.

Insana disse...

Muita essência..

bjs
Insana

A.S. disse...

Querida...

Uma folha de outono, evoca sempre o desejo ancestral de florescer!
Na vida, tudo renasce e se renova... até o amor!!!


BjO´ss
AL

Phoenix disse...

Árabe: sim espero que encerre mesmo isso...o tempo sara tudo, é o que todos dizem*

Brisa: essa folha ainda está adormecida...com o tempo talvez...**

Insana: obrigada, vou-te seguir*

AL: tudo renasce, até o amor...há que sentir isso...e aí é que está por vezes a maior dificuldade..**

Sara disse...

Consegues expressar-te lindamente através das palavras :)

m * disse...

Há certas pessoas que se tornam demasiado importantes para nós . A culpa não é nossa , simplesmente há qualquer coisa que dá esperança . E resulta , na maior parte das vezes . Quando deixa de resultar , é mesmo seguir em frente . Bem lá para a frente .

Boa sorte , beijinhos *

Paula disse...

Mas eu gosto de voar. Sabes com o tempo ( quase pareço uma daquelas pessoas com experiencia a falar não te iludas XD ) aprendes que as partidas, chegadas, adeus e olás irão fazer parte da tua vida e que quer queiras ou não terás de levar com eles e consequentemente com o facto de a vida ser mais incerta que a montanha russa mais estranha do mundo. O melhor é aprenderes com cada passo com cada caída e tristeza. E tentar em cada momento ser feliz, encontrar um lado positivo que te faça feliz naquele momento e naquela fase. O que faz com que no fim seja dificil dizeres adeus de um sitio onde já estas bem, te sentes integrada e és feliz. Mas a vida segue em frente quer queiras quer não por isso o melhor e mais sensato e seguir em frente. Isto porque o passado não volta e a única certeza é que 'Whatever tomorow brings I'll be there' por isso é melhor que seja bem, alegre, de sorriso na boca pronta a viver tudo o que a vida tem para te dar!

Desculpa mas eu sou um pouco sentimentalista e perfeccionista. O que leva a que publique poucos post. Não gosto de publicar só porque sim!

Phoenix disse...

Sara: olha que tu também nao tens muito que falar..os teus textos são lindos =) (mas obrigada!**)

M* : obrigada, eu estou a seguir em frente tal como espero que tu também estejas..há demasiadas surpresas no amor para não lhe dar uma nova oportunidade.**

Paula: eu sei que tens razão. e os meus textos parecem de alguém que se está a agarrar ao passado..e nunca vou poder esquecer, obviamente, porque há memórias que ficam sempre e ainda bem. na realidade estou a tentar, e espero que a conseguir, dar passos em frente, simplesmente quando me vem aquela tristeza e saudade escrevo estes textos e o momento passa..e volto a dar mais um passo. ainda bem que nao gostas de publicar só porque sim =) não conheço aqui na "comunidade bloguista" ninguém que o faça..cada um tem o seu ritmo e necessidade de escrita. e tu na tua busca pela perfeição escreves textos lindíssimos =) beijinho*

Pena disse...

Estimada e Simpática Amiga:
Um poesia curta e simples, mas de maravilhar e deslumbrar pela beleza e pureza de si.
Escreve com fluidez direccionando seu pensamento e o seu sentimento de forma que só você sabe e, de certeza, tem razões para tal atitude.
Parabéns. Bem-Haja, pela visita.
Abraço amigo de respeito.
Sempre a ler o que "confecciona" com beleza e carinho.
Sempre a admirá-la

pena

MUITO OBRIGADO pela amabilidade expressa no meu blogue.
Bem-Haja, perfeita amiga.
É extraordinária.

Canto da Boca disse...

O texto é atravessado de tristeza, uma melancolia que perpassa as palavras, e chega-nos com forte impacto. Mas como existem outras estações além do outono, de cá torço para que cheguem logo a primavera e o verão...

Beijinhos!

;)

GarçaReal disse...

É no Outono quando a natureza toma cores esmaecidas e as folhas voam ao abandono, que a nostalgia se instala em plenitude na alma e trás à tona recordações de amor , ou um amor perdido no tempo.

Está belo

bjgrande do lago

Phoenix disse...

Pena: obrigada =)*

canto da boca: obrigada por "torceres" por mim =P espero que tenhas razão, porque a paciêñcia é tão dificil infelizmente! a espera...ai como detesto isso. beijinho *

garça real: são recordações dum amor que simplesmente deixou de existir..**

poetik disse...

..eu gosto do Outono... e de coisas que aqui li...

kiss