quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Vejo-te entre os sonhos,
memórias de saudades...
Relembro-te.
Momentos de paixão,
a tua mão na minha...
Quebraste as muralhas de areia,
gestos incansáveis que me deram tudo...

6 comentários:

Pena disse...

Linda e Estimada Amiga:
"...Relembro-te.
Momentos de paixão,
a tua mão na minha...
Quebraste as muralhas de areia,
gestos incansáveis que me deram tudo..."

Perfeito poema doce de amor.
Possui uma sensibilidade poética de sonho.
Escreve com o coração nas suas mãos deliciosas.
Faliz Natal lhe desejo na companhia dos seus familiares.
Beijinhos amigos gratos pelo carinho e ternura no meu blogue.
Tudo de excelente!
Sempre a respeitá-la e a admirá-la

pena

MUITO OBRIGADO, linda Amiga gigante.
Boas Festas.
Bem-Haja, preciosa amiga de encanto.
Adorei.

PauloSilva disse...

Já estamos bem habituados.

Sara disse...

Gostei :D muito intenso

ana cristina disse...

e vais sobreviver a isso, acredita!

Miltextos disse...

Gestos inesquecíveis, tanto que até nem lembramos...

PauloSilva disse...

Revejo-me nas tuas palavras :x

Beijo *