sábado, 26 de março de 2011

O silêncio cobre-me as folhas de papel, os dedos que não sabem o que procurar, nem as palavras, nem o que não sai...Para quê, esquecida? Longe de tudo, do coração que cai e se esmaga nas pedras da calçada...o vermelho que me mancha a alma, as memórias vivas que pulsam em mim...Para quê?...O sangue corre por entre as rachas das muralhas que morrem...

13 comentários:

PauloSilva disse...

Agradeço o comentário, Joana :)

Quando não há quem queremos por perto ficamos tal e qual este teu textinho - desorientados *

O Nosso Mundo da Imaginação disse...

Preciosa Amiga:
Não sinta dor, POR FAVOR.
MUITO OBRIGADO por ser exactamente como é: uma delícia.
MUITO OBRIGADO pela sua ternura na visita que me fez.
Beijinhos gratos de respeito, estima e consideração.
Sempre a admirá-la

pena

Bem-Haja, majestosa amiga.
Adorei.

Alguém... disse...

Resta ter paciencia e calma.

Beijinho*

Sonia Guzzi disse...

Amanhã as muralhas e também a alma estarão limpas...aquecidas por um novo sol...
Gde abraço, em divina amizade.
Sonia Guzzi

Daniel Hiver disse...

Admito. Sou cego às vezes... Mas me diz uma coisa. As mulheres também são cegas muitas vezes. Algumas deixaramde ver tanta coisa óbvia que escancarei!

O Árabe disse...

Silêncio. São tantas as vezes em que ele se faz em nossa alma!... Boa semana, amiga.

Janaina Cruz disse...

O silêncio é também encantador Joana, nos ensina a ouvirmos nosso "eu" e o cio da terra tantas vezes esquecido nesse nosso mundo agitado...

amei teu blog, passo a segui-lo com prazer!

Abraços e ótimo final de semana.

PauloSilva disse...

É mesmo, Joana *

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

"Longe de tudo, do coração que cai e se esmaga nas pedras da calçada"
e assim quem não se sente, quem nunca esteve neste tempo de dor profunda?

O Árabe disse...

Aguardo o novo post, amiga. Boa semana, fica bem!

Janaina Cruz disse...

Há sangue por toda parte de todas as cores, a luz sangra todos os dias sobre nós, em nossas maiores escuridões, e nossas palavras são tateadas por dedos fortes e vívidos.

Lindo o que escreves, lindo! Lindo! Lindo!

PauloSilva disse...

Tens toda a razão, querida Joana.
Um bom fim-de-semana para ti cheio de alegria e sorrisos! :)

mary disse...

não é assim , n penses assim ! ng merece isso , tens de arrebitar , por muito dificil q seja . beijinhoooo (: