domingo, 16 de janeiro de 2011

O tempo entorna-se sobre nós,
deixa-se ficar na preguiça de outra manhã...
No chão, espalham-se os sonhos
misturados com a terra ardente que pisamos,
entre pegadas à espera da maré...

20 comentários:

Mia disse...

Já tive tantos sonhos que ficaram assim espalhados... beijinhos

Mia disse...

Força para lidares com eles...

Paula disse...

cola-os com acreditar! Não os deixes espalhados...tudo o que se quebra é feito para se juntar, mesmo que custe!

Alguém... disse...

não deixes de sonhar*

Insana disse...

lindooo

bjs
Insana

O Árabe disse...

Verdade! Quantas vezes pisamos os nossos próprios sonhos, ao sabor da maré... :( Boa semana!

Brisa disse...

Quem espera,sempre alcança os sonhos desejados.....
Bj.

PauloSilva disse...

Ainda bem que gostaste.

Gostei deste poema, está fofo. Mostra que os sonhos podem estar tão assentes na terra como nós*

мαgηóℓια disse...

Passei por este lindo blogg amei o que li,parabéns...

sonho disse...

Apesar de sonhos desfeitos...nunca devemos de parar de sonhar...:)
Beijo d'anjo

Lolis disse...

É, sei bem como é isso. As vezes as espera de dias melhores só me faz ficar a espera de nada...
Mas nunca deixe de sonhar! O mais importante é isso!
http://lolisprincess.blogspot.com/

мαgηóℓια disse...

Obrigado por as suas lindas palavras seguirem o seu também boa semana...

Mia disse...

É isso mesmo que eu tento evitar, agarrar-me ao amor passado mas as vezes sinto.me cansada de lutar contra isso =$ desculpa o desabafoo!! ja passou =D beijinhooos

São disse...

Os sonhos por vezes se refazem sabe?

Bom final de semana.

Daniel disse...

Adorei teu blog,
foram poucas palavras que eu li
mas suficientes para entender
que o que aqui dizes
é profundo e adorável.
Gostei muito, ja estou a te seguir.

Dan

PauloSilva disse...

Obrigado pela força Joana.
Muita para ti também *

PauloSilva disse...

Podes crer que é $:

Pena disse...

Sublime Amiga:
Os sonhos são preciosos. Puros. Perfeitos. Sem iniquidade.
Sonhe e sonhe. Acredite neles com garra e coragem.
Abraço amigo de respeito e admiração sempre e constante.

pena

Bem-Haja, pela simpatia no meu blogue.
Adorei.
É perfeita.

A.S. disse...

Os sonhos que caem no chão não morreram. Todos os sonhos podem renascer!


Beijos...
AL

Juliane S. Rocha disse...

Como gostaria que o tempo ficasse mais preguiçoso, para que os sonhos não se espalhassem.
Beijos e estou te seguindo.